וישב Vayeshev ("E residiu")

Home Fóruns Fórum Yeshua Chai Soando o Shofar וישב Vayeshev ("E residiu")

Este tópico contém 1 resposta, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por  sofer 7 anos, 3 meses atrás.

Visualizando 2 posts - 1 até 2 (de 2 do total)
  • Autor
    Posts
  • #24204

    sofer
    Participante

    וישב
    Vayeshev (“E residiu”)
    Parashá: Genesis 37:1 á 40:23
    Haftará: Amos 2:6a 3:8
    Brit Hadashá: Mateus 1:1-6 a 16-2
    Quando um adolescente, Yosef (Jose) foi adornado com um ‘casaco de muitas cores’ e viveu na “glória da casa” de seu pai como filho favorecido. Ele era um inocente sonhador ao qual foi dado visões de grandeza pelo próprio D-us.

    Apesar de ser desprezado e rejeitado por seus irmãos, no entanto, seu pai comissionou-lhe “da profundidade de Hebron” (מֵעֵמֶק חֶבְרוֹן) para dar uma olhada em seus bens (Genesis 37:14).
    Observe que a palavra Hebron (חֶבְרוֹן) vem de uma raiz hebraica que significa ‘União’ ou ‘Companheirismo’ – ‘Amizade’, sugerindo que Jacob enviou seu filho amado “da intimidade de sua união” para procurar seus filhos “desaparecidos”…

    José voluntariamente aceitou ‘sair da profunda união com seu pai’ e ir para a missão que foi dada por seu pai e partiu para Siquém, onde ele perambulava em busca de seus irmãos.
    Lá pelo caminho ele conheceu ‘um certo homem’ (um anjo) que lhe perguntou; ‘O que você procura?’ José respondeu: ‘Eu estou buscando meus irmãos’ (Genesis 37:15-17).
    Os Antigos sábios Rabinos ensinavam que José estava procurando a ‘Irmandade – união’ de seus irmãos, pois sem ela vida não valia à pena.

    Então o anjo disse José que os irmãos haviam ‘ido longe demais’ (נָסְעוּ מִזֶּה) e partiram para Dotan (דּתָן), que segundo este Midrash (comentário Rabínico) ensina que; esta era uma palavra “código” (significado) para definir ‘buscar justificação própria – (Legalismo religioso) – (דָּת – Dat – significa Religião).

    Em outras palavras, quando os irmãos anteriormente tinham dito; ‘vamos para Dotan’, começaram buscar como eles poderiam se justificar por ter matado José. O Rabino medieval Rashi (1040 – 1105 França) afirma que de certo o anjo alertou entre linhas a José as verdadeiras intenções de seus irmãos. José, no entanto, não se intimidou pelo ódio (infundado) de seus irmãos e determinado continuou sua busca pelos seus irmãos…

    José deixou voluntariamente a “santidade e pureza” da casa de Jacó por amor a seus irmãos, e foi este compromisso que levou à sua traição e sua descendência para a depreciação e sofrimento no Egito.
    Em obediência ao seu pai, ele arriscou tudo por causa da restauração do amor de seus irmãos.
    Profeticamente, o “certo homem” que primeiro questionou José deu-lhe a “chave” para sua sobrevivência no Egito.
    Por ter perguntado constantemente; ‘o que você busca?’ O coração de Yosef (José) se manteve toda sua vida focado nesta ‘busca’.
    Apesar de todo seu sofrimento ao longo do caminho, José manteve a Emuná (fé-fidelidade) em seu sonho de um bem maior seria um dia seria (será) cumprido… (Agora vá e leia os 4 Evangelhos)
    Na família de Jacó aconteceu a rivalidade entre irmãos e ódio infundado – Sinat Chinam que derrubou a paz na família e que mais tarde com certeza levou os filhos de Israel ao cativeiro e ao exílio.
    A história de José nos mostra a Hashgachah (Divina providencia)

    Em Genesis 37:2, Estas são as gerações de Jacó… “Considere a vida de Yosef.
    O significado do nome Yosef (José) vem da raiz ‘aumento’ ou ‘ adicionar.
    Ele era um pastor de ovelhas, um servo, filho obediente de seu pai. Era querido e o filho predileto de seu pai Jacó.
    Para Ele foi dado, pelo seu pai, um casaco de muitas cores, coisa muito cara para a época, evidenciando a simpatia e honra de seu pai por ele. Seus próprios irmãos odiaram-no. Jose também era um profeta de seu próprio futuro, e do futuro dos filhos da promessa, teve sonhos de uma verdadeira ‘posição superior’. Contou isto a seus irmãos, mais seus irmãos odiaram-no.

    Ele foi invejado, odiado e mal falado (Lashon HaRá) pelo seus irmãos. Foi comissionado a algo por seu pai e fez com amor, José estava pronto e querendo fazer o que seu pai pediu, ou seja, “sua vontade Pai, não a minha” Saiu do seu repouso para procurar seus irmãos sem se aborrecer com a distância ou o custo disto. Durante o seu percurso encontrou um certo “homem” que lhe indicou o lugar exato onde seus irmãos estavam.
    Seus irmãos conspirarão contra ele, e decidiram matá-lo. José foi despido de seu casaco de muitas cores (real).
    Seus irmãos causaram-lhe sem motivos muitas dores e sofrimento.
    Jose foi vendido por vinte moedas de prata, que era o preço de um escravo jovem na época. Seus irmãos entregam-no a aos gentios e inimigos.
    Quando José estava sofrendo, sentaram-se para comer pão! Jacó (Israel) pensou que Jose estava morto.
    A suposta morte dele foi identificada por uma mancha de sangue no casaco de muitas cores.
    Jose esteve no Egito (com os gentios, mais tarde seria Rei e um salvador destes próprios gentios e de todos os povos que passariam pela época de fome).

    Rejeitado pelos seus próprios irmãos, serviu aos Egípcios (gentios), foi testado severamente, acusado falsamente, contudo mantinha sua integridade.

    Ao sofrer por a causa da sua integridade, foi intérprete de sonhos para dois prisioneiros, e tudo veio passar, como Jose tinha dito. Após sofrer inocentemente por anos, foi exaltado a um trono, (o 2° o mais alto no reino, só ficando abaixo de faraó, que era considerado um deus). Todos os povos foram compelidos a curvar os joelhos a José
    No início, seus irmãos não o reconheceram, pois seu nome tinha sido mudado, já não usava roupas hebréias e israelitas ou “judias”, mas sim usava roupas e adornos pagãos gentílicos, ou seja, egípcias.
    Colocou uma taça, (no saco de comida de Benjamin) – “de redenção”.
    Foi enviado ao Egito por Adonay, e foi “sacrificado” (sofreu) para a salvação de seus irmãos – toda casa de Israel.

    José recebeu um nome, gentílico e pagão. Este nome gentílico era Zaphnath -Paneah, tinha dois significados. O primeiro é o revelador dos segredos. José não era somente um salvador, mas transformou-se em o revelador dos segredos. José teve todas as coisas ao seu dispor. Reconciliou com seus irmãos. O segundo significado de seu nome era “provedor de comida” Ou seja, forneceu as necessidades das nações, e governou sobre tudo.
    A história de José não é uma alegoria escrita meramente ao acaso, mas uma historia cheia de segredos e simbologia, Jose tem um caráter real; suas aventuras e sofrimentos são próprios. Se nós olharmos na história de Jose e percebermos a pessoa do Messias, aquele que recebeu do PAI um casaco Real e foi invejado e rejeitado pelas autoridades de Israel, ou seja, seus irmãos, foi vendido e entregado aos gentios, sofreu, mais D-us o fez Rei sobre toda a terra foi achado entre os gentios com um novo nome (gentílico), com roupas e adornos gentílicos pagãos, visto como um grande revelador e provedor e um salvador, foi aclamado deus para que o próprio D-us conduzisse a salvação de toda a casa de Israel.

    Genesis 38
    Este capítulo é muito original. Os Rabinos ensinam que este capítulo, Genesis 38, Foi colocado aqui por causa da linhagem do Rei David e do Messias Yeshua (Jesus) de Nazaré,
    Somente cinco mulheres são mencionadas na árvore da família de Yeshua (Jesus) de Nazaré filho de José filho de David filho de Abraão e estão gravadas no livro de Matheus.
    São Tamar, Rahab, Ruth, Bathsheba, e Miriam (Maria), mãe de Yeshua (Jesus). Tamar a Cananéia se passou como uma prostituta, Rahab era uma prostituta, Ruth era um Moabita, Bathsheba era uma “adultera”, e Maria foi considerada imoral porque as pessoas não acreditaram na sua história. (Alias Moabitas não poderiam fazer parte da casa de Israel)

    Matheus pode ter incluído estas mulheres para opor ao moralismo sempre vigente na nossa história mostrando que D-us tem maneiras incomuns de se intervir nas historia da humanidade.
    E como podemos ver nestas mulheres cada qual com sua historia, mudaram seu próprio destino não aceitaram o determinismo da vida ou o moralismo da sociedade. Tiveram mais esperança e confiança em Adonay do que nos moldes da sociedade para suas vidas já tão bagunçadas, e por isto Adonay lhes deu a honra de fazerem parte da linhagem do Messias, O filho de D-us.

    Os nossos sábios dizem: Todas as palavras de Tamar continham sons de profecia. Com as palavras: “seu anel de sinete”, ela profetizou que reis e nobres dela descenderiam. “Sua capa” continha uma alusão aos Sanhedrin (juízes) que colocam talite tefilin o tempo todo e que também seriam seus descendentes. “Seu cajado” referia-se a Mashiach (Messias) que nasceria da tribo de Judá, de quem se diz: “Um cajado brotará do tronco de Yishai” (Isaias 11:1).

    Tamar teve gêmeos. Durante o nascimento, um deles esticou a mãozinha para fora e a parteira imediatamente pôs uma fita encarnada brilhante no seu pulso para marcá-lo como primogênito. Mas o bebê retirou a mão e a segunda criança nasceu primeiro. Por isso, foi chamado Peretz, que significa: “aquele que irrompeu”. O irmão nascido logo após foi chamado Zerach, por causa da brilhante fita vermelha atada no pulso.

    José e Yeshua:
    *Yosef (José) recebe um nome gentílico Zaphnath-Paneah – Yeshua recebe um nome Gentílico ‘Jesus’.
    Zaphnath-Paneah: Significa revelador de segredos – Gen. 41:45 (ou provedor de alimento). Yeshua revelou D-us O Pai e revelava o reino através de parábolas (João 1:18 e Mateus 13:10-13).
    *José era um Pastor (Gen.37:2). – Yeshua é o bom pastor (João 10:11)
    *Era amado de seu pai (Genesis 37:3) – Yeshua amado de seu PAI (Mateus 3:17, 17:5)
    *Honrado pelo seu pai e ungido com um casaco de muitas cores (Genesis 37:3) – Yeshua foi ungido como Mashiach ben David ( hebreus 1:9 – salmo 45:7)
    Foi enviado pelo seu pai (Genesis 37:12-14) – Yeshua foi enviado pelo seu PAI (João 5:30-6)
    *Os seus irmãos o repudiaram (Genesis 37:4) – Yeshua repudiado sem causa (João 15:25)
    *Seus irmãos não acreditavam nele (Genesis 37:19-20) – Yeshua, seus irmãos não criam ele (João 1:11 – 3:18 – João 3:36 e etc)
    *Seus irmãos recusaram em servi-lo (Genesis 37:8) – Yeshua, recusaram a servi-lo (Lucas 19:14)
    *Seus irmãos ficaram com ciúmes – invejaram-no (Genesis 37:11) – Yeshua (marcos 15:10)
    *Seus irmãos conspiraram para matá-lo (Genesis 37:18) – Yeshua (Mateus 27:1)
    *Arrancaram seu casaco (Genesis 37:23) – Yeshua (Mateus 27:28)
    *Vendido por moedas (Genesis 37:28) – Yeshua (Mateus 26:15)
    *Comeram enquanto sofria (Genesis 37:25) – Yeshua (João 13:1)
    *Feito escravo (Genesis 37:28) – Yeshua (Mateus 26:15 e Filipenses 2:7)
    *Enviado para o Egito para não ser morto (Genesis 37:28) – Yeshua (Mateus 2:13)
    *Seu casaco coberto com sangue (Genesis 37:31) – Yeshua (marcos 15:17)
    *Foi cheio do espírito santo de D-us (Genesis 41:38) – Yeshua (Lucas 4:1 e etc)
    *Foi governador de tudo (Genesis 39:4) – Yeshua (João 3:35 – Mateus 28:18)
    *Acusado falsamente (Genesis 40:15) – Yeshua (Mateus 27:23 – hebreus 4:15 e etc)
    *Não se defendeu (Genesis 39:19) – Yeshua (Lucas 23:9 – Isaias 53:7 e etc)
    *Preso com dois homens (Genesis 40:2-3) – Yeshua (Lucas 23:32)
    *Exaltado pelos gentios (Genesis 41:30-40) – Yeshua (Mateus 26:64 – 1°Pedro3:32 etc)
    *Começou a servir com 33 anos (Genesis 41:46) – Yeshua (Lucas 3:23)
    *Revelou-se a seus irmãos (Genesis 45:1) – Yeshua (Zacarias 12:10 – João 19:37)
    *Salvador (Genesis 45:7) – Yeshua (João 4:42 e etc)
    *Redentor de Israel (Genesis 47:23) – Yeshua (romanos 11:30 e todo Israel será salvo)

    #24752

    sofer
    Participante

    up

Visualizando 2 posts - 1 até 2 (de 2 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.