Na tua luz vemos a Luz' – בְּאוֹרְךָ נִרְאֶה־אוֹר‏

Home Fóruns Fórum Yeshua Chai Yeshua Na tua luz vemos a Luz' – בְּאוֹרְךָ נִרְאֶה־אוֹר‏

Este tópico contém 0 resposta, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por  sofer 7 anos, 3 meses atrás.

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #24625

    sofer
    Participante

    A conexão mais íntima com Hashem (D-us) é descrita como Panim el Panim (פָּנִים אֶל־פָּנִים), sendo ‘face a face’.

    Moisés falou com D-us “face a face”, embora que esta glória estava destinada a desaparecer (2º Coríntios 3:7, 13).
    A face de D-us é vista na face do Messias, nosso Senhor, e esta glória nunca vai esvanecer. ‘Sua Face era como o Sol quando brilha em toda sua força’ – Apocalipse 1:16

    Nós estamos “sendo transformados (μεταμορφόω) para a mesma imagem… (2º Corintos 3:18)” Observe que isso pode estar aludindo aos antigos espelhos que eram feitos de metal altamente polido que refletiam intensamente a luz. Se uma luz forte fosse refletida sobre uma pessoa, os raios se refletiriam no rosto de quem olhou no espelho, fortemente iluminando o rosto…

    A glória de D-us na face do Messias Yeshua (Jesus) que brilha, reflete, portanto, sobre nós, “a partir de um grau de glória para outro,” transformando nosso semblante da mesma forma a ser iluminado com a glória de D-us. (Apocalipse 22:3-4)

    Vamos “em força” (מֵחַיִל אֶל־חָיִל) – Salmo 84:7.
    כִּי־עִמְּךָ מְקוֹר חַיִּים
    בְּאוֹרְךָ נִרְאֶה־אוֹר
    ‘Pois contigo está à fonte da vida;
    na tua luz vemos a Luz’
    (Salmo 36:9)

    Em outras palavras, nós agora somos capazes de contemplar a Face de D-us na glória refletida na face do Messias;

    No Hebraico a palavra para ‘Vida’ é Chayim (חַיִּים), que é escrita no plural implicando que cada pessoa potencialmente contém um “universo de vidas” dentro dele ou dela. Sua alma é uma unidade que contém uma multiplicidade de mudanças, e que ainda continua a ser uma identidade distinta.
    A palavra vida (Hayim) também é escrita no plural para indicar que a vida não pode ser vivida sozinha… (todos nós precisamos um do outro)…
    Da mesma forma, a palavra hebraica para ‘Face/Rosto’ é Panim (פָּנִים) que da mesma forma é escrita no plural, sugerindo que não há nenhuma pessoa com uma só Face (Cara) ou aparência que totalmente pode definir ou expressar a essência de uma pessoa, todos nós temos muitas facetas.

    Assim como a sua alma (נְשָׁמָה) é uma unidade que contém uma multiplicidade de alterações ainda permanece uma identidade distinta, assim há uma “face interna” onde habita as expressões exteriores.
    Na verdade, a palavra hebraica para ‘dentro/interno/intimo’ é Penim (פְּנִים), que é escrito como a palavra para ‘Face/Rosto’.

    A palavra ‘Face/Rosto’ vem da palavra Panah (פָּנָה), um verbo que significa ‘Virar-se’.
    A preposição hebraica ‘Diante de’ é Lifnei (לִפְנֵי), da mesma raiz, que significa literalmente ‘Vira-se para’ ou ‘enfrentar/encarar algo’.

    Isso sugere que temos de considerar diferentes ângulos ou perspectivas e ter cuidado para não tirar conclusões precipitadas ou fazer julgamentos superficiais sobre os outros. Temos que nos virar com empatia para com os outros.

    D-us nos ensina na Torá que devemos ‘julgar’ be’Tzedek (בְּצֶדֶק), isto é, com justiça, usando um Ayin Tová – “olho bom”, dando o benefício da dúvida aos outros e exercitando a bondade (Levitico 19:15). Como O Messias ensinou: ‘Não julguem pelas aparências, mas julgai com o reto juízo’ (João 7:24).

    Uma vez o Rabi Baal Shem Tov (1698-1760 Ucrânia) ensinou; ‘não é bom ficar sozinho, pois uma pessoa não pode saber seus próprios defeitos. As outras pessoas são espelhos, nas quais podemos descobrir nossas próprias falhas, observando os atos dos quais não gostamos neles. Na verdade, é porque nós, de alguma forma, compartilhamos nossos defeitos em algum grau, é que nós somos capazes de ver os defeitos de outra pessoa. ’

    Na grande bênção, conhecida como Birkat Kohanim (Numeros 6:24-26), D-us é convidado a brilhar a luz de Sua Face sobre nós (פָּנָיו אֵלֶיךָ) e para levantar Sua Face sobre nós… As “duas Faces” aqui representam o rosto amoroso da Presença Divina e do nosso próprio rosto virado na direção do Amor do Seu olhar na Face do Messias.

    Portanto, a conexão mais íntima com D-us é descrita como sendo Panim el Panim (פָּנִים אֶל־פָּנִים), sendo “Face a face”.

    וּפָנָיו כִּבְרַק הַשֶּׁמֶשׁ בִּגְבֻרַתוֹ
    …Sua Face é como o Sol quando brilha em toda sua gloria.
    … Então ele colocou sua mão direita sobre mim e disse: Não tenha medo. Eu sou o Primeiro e o Último. Sou Aquele que Vive. Estive morto, mas agora estou vivo para todo o sempre! E tenho as chaves da morte e do Sheol. Apocalipse 1:16-18

    A Cidade (Nova Jerusalém) não precisa de sol nem de lua para brilharem sobre ela, pois a glória de D-us a ilumina, e o Cordeiro (O Messias) é a sua Ner (lâmpada)… As nações andarão em sua luz, (Apocalipse 21:23-24)

Visualizando 1 post (de 1 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.