o coração dividido está doente

Home Fóruns Fórum Yeshua Chai Soando o Shofar o coração dividido está doente

Este tópico contém 0 resposta, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por  sofer 8 anos, 4 meses atrás.

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #24024

    sofer
    Participante

    Pode ser uma perplexidade que imediatamente após Abraham ser arrancado da obscuridade para se tornar o ícone para a história dos judeus (Gênesis 12:1) ele faz algo muito extraordinário. Ele pede a Sarah para dizer ao Faraó:

    אמרי נא אחתי את
    …Por favor, diga que você é minha Irmã…
    (Gênesis 12:13).

    Isto ficou estranho ao faraó quando descobriu o subterfúgio. (Gênesis 12:18).

    No entanto, em uma visita a Avimelech, Abraham faz novamente a mesma coisa! Falando de Sarah, ele diz:
    אחתי הוא
    Ela é minha irmã…
    (Gênesis 20:2)

    Como se isso não bastasse, filho de Abraão e Sara, Isaque, repete a mesma coisa.
    ויאמר אחתי הוא
    E ele disse: ‘ela é minha irmã’…
    (Gênesis 26:7)

    Por que na Torá se relaciona estes três cenários semelhantes?

    Aqui há princípio permanente da antiga sabedoria judaica:

    1º Quando um padrão é repetido três vezes, seu significado “espiritual” sobe muito acima da narrativa.

    Dois dos fundadores de Israel anunciam que suas noivas são suas irmãs.

    Vou ajudar a você lembrar-se de uma coisa!
    Isso ajuda?
    אחתי כלה
    Ahoti Calá
    … Minha irmã minha noiva…
    (Cântico dos cânticos 4:9; 04:10; 04:12; 5:1)

    Embora chamar alguém de irmão ou irmã naquela época pode significar uma parenta próxima e não necessariamente uma irmã ou irmão.

    Abraão e Isaque fizeram o que era necessário para salvar suas vidas durante encontros com pessoas totalmente amorais. Mas estes detalhes são para nos ensinar verdades atemporais.

    A maior diferença entre uma esposa e uma irmã é que, independentemente das circunstâncias, geografia, ou de conflitos, uma irmã permanece sempre a irmã de alguém.

    Infelizmente, o conflito, separação e divórcio podem terminar o relacionamento com a esposa. Que no caso com uma parenta próxima (irmã) necessariamente não.
    Abraão e Isaque “relacionavam” com suas esposas “como suas irmãs”, nós devemos fazer todo esforço para fazer o mesmo.

    Em todo casamento há momentos em que o estresse suprime harmonia e pressões banem a paixão.

    Enfatizando uma esposa que é também uma “irmã”, um compromisso para sempre e nos ajuda a suportar os períodos difíceis.

    Agora se consideramos o lado “espiritual” de cantares, quando o Noivo (o Messias) chama a Noiva (congregação – Israel) de irmã temos uma profunda ligação entre o Noivo (Messias) e a Noiva (congregação) sanguínea, ‘parental’, uma aliança inquebrável, ou seja, sem divórcios…
    מִן־הַשָּׁמָיִם כְּכַלָּה בְקִשֻּׁרֶיהָ עֲרוּכָה לְבַעְלָהּ׃
    Preparada como uma noiva adornada para o seu noivo… (apocalipse 21:2)
    אוְהָרוּחַ וְהַכַּלָּה אֹמְרִים בֹּאָה־נָּא וְהַשֹּׁמֵעַ יֹאמַר בֹּאָה־נָּ
    E o Sopro e a Noiva dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem.
    (Apocalipse 22:17)
    אחתי כלה
    Ahoti Calá
    … Minha irmã minha noiva…
    (Cântico dos cânticos 4:9; 04:10; 04:12; 5:1)

    Um coração dividido fica ‘doente’. Uma pessoa de duplo desejo – “duas almas” (δίψυχος) é instável em todas as suas formas (Tiago 1:8).
    É por isto que o Rei David solicitou, em oração, desta forma; para que D-us ‘uni-se o seu coração’ – Yahed le’vavi. (Salmo 86:11-13) ou seja para que ele tivesse um coração unido.
    Com efeito, David disse: ‘depois curar meu coração ambivalente, eu devo agradecer-lhe com todo meu coração – totalmente, inteiramente, completamente – Minha cura vem de Sua grande Chesed (Graça) em minha direção e através de seu amor eu sou livre das profundezas do Sheol.
    הוֹרֵנִי יְהוָה דַּרְכֶּךָ אֲהַלֵּךְ בַּאֲמִתֶּךָ
    יַחֵד לְבָבִי לְיִרְאָה שְׁמֶךָ
    אוֹדְךָ אֲדנָי אֱלהַי בְּכָל־לְבָבִי
    וַאֲכַבְּדָה שִׁמְךָ לְעוֹלָם
    כִּי־חַסְדְּךָ גָּדוֹל עָלָי
    וְהִצַּלְתָּ נַפְשִׁי מִשְּׁאוֹל תַּחְתִּיָּה
    (Salmo 86:11-13)

    Se a ‘pureza de coração’ significa ‘desejar’ uma só coisa, a ‘impureza do coração’ é o resultado de ‘desejar’ simultaneamente duas coisas… É, portanto, um estado de contradição interna, de ter duas “mentes separadas” ou “almas – corações separados” mantendo constantemente pensamentos ou desejos opostos…
    הַעֲבֵר עֵינַי מֵרְאוֹת שָׁוְא בִּדְרָכֶךָ חַיֵּנִי
    Há’avêr einai mereot shav, bidrahehá hayeni
    Desvia os meus olhos das coisas inúteis;
    Faze-me viver nos caminhos que traçaste.
    (Salmo 119:37)

    Note que a palavra hebraica ha’avêr (העֲבֵר) está relacionada com a palavra hebraica, Há’ivri (עִבְרִי) – O Hebreu, significando que ter uma mentalidade judaica (hebraica) pode ajudá-lo a “passar” da esfera da vaidade para a esfera da realidade.
    Considere a ligação profunda entre ‘desviar das inutilidades’ (ou seja, ídolos, idolatria e etc.) e encontrar vida nas maneiras de D-us…
    De acordo com muitos dos sábios rabinos da antiguidade, o Salmo 46 liga-se com as “dores de nascimento” da Era Messiânica (ou seja, Milênio) e a guerra profética com Gog e Magog (Ezequiel 38-39) que irá inaugurar a plenitude do Reino de D-us na Terra durante o ‘fim dos dias’.
    Isso é sugerido na abertura do Salmo (46), onde está escrito: ‘Dos filhos de Korach: de acordo com alamot (עֲלָמוֹת)’, ou seja, as coisas ocultas ou ‘Tempos’ por vir.
    Lembre-se que os filhos de Korach milagrosamente foram salvos na rebelião de Korach no deserto e, portanto, eles são o prenúncio da Comunidade de Israel salva no final da presente época.
    D-us é o nosso refúgio e força durante dias perigosos – então ‘esconder-se por momento, um pouco, até que a indignação (DEle) tenha passado’ (Isaias 26:20).
    אֱלהִים לָנוּ מַחֲסֶה וָעז
    עֶזְרָה בְצָרוֹת נִמְצָא מְאד
    עַל־כֵּן לא־נִירָא בְּהָמִיר אָרֶץ
    וּבְמוֹט הָרִים בְּלֵב יַמִּים
    יֶהֱמוּ יֶחְמְרוּ מֵימָיו
    יִרְעֲשׁוּ־הָרִים בְּגַאֲוָתוֹ סֶלָה
    (Salmo 46:1-3)
    D-us é uma ajuda muito presente em tempos de tribulação e angustias, para que ‘se de lá’ [ou seja, as angustias dos últimos dias] nós procurarmos Adonay nosso D-us com todo nosso coração, nós vamos encontrá-lo, se nós o procuramos com todo o nosso coração e com toda nossa alma’ (Deuteronômio 4:29-31).

    Os sábios dizem que Machaseh (refúgio) (no salmo 46) implica ser protegido por D-us, enquanto Oz (força) implica ‘ser habilitada’ por D-us para suportar as aflições que se originam pela vida. Durante o tempo de tribulação, D-us concederá ambos para seu povo.
    D-us é nossa ajuda durante tempos de angustias, “muito disponível”, ou seja, muito presente tanto na qualidade (ou seja, sua presença completa) e em quantidade (ou seja, ele está sempre presente). O espírito de Medo não é uma opção para o coração que tem fé, uma vez que D-us dá ajuda providencial durante o tempo da nossa necessidade (Hebreus 4:16).

    Finalmente, qualquer ajuda verdadeira vem do Messias,naturalmente, que irá livrar Israel de todos os seus inimigos no final do período da grande tribulação (isto é, em sua segunda vinda).

    É interessante que os sábios dizem que a palavra ‘muito’ (ou seja, me’od: מְאד) no salmo (46): ‘uma ajuda muito presente’ é uma alusão ao Messias, por ser um acrônimo para Messias, ou seja, Mashiach Adam David (מָשִׁיחַ אָדָם דָוִד) – ou seja, ‘Messias, filho do homem e filho de David’, que irá exercer a autoridade do primeiro Ser humano, bem como regente escolhido de D-us sobre toda a terra…

    Não devemos temer – mesmo que a Terra devido às guerras poderosas entre as Nações – e mesmo que as montanhas sejam movidas – uma alusão profética para o retorno de Yeshua no Monte das oliveiras, no final da tribulação (Zacarias 14:4).
    Apesar da ‘raiva e bramidos’ das Nações, D-us vai quebrar o orgulho delas com o nosso Messias que retornará com a multiplicidade de seus anjos para a exata vingança sobre os inimigos de D-us (Zacarias 14:5). ‘E Adonay será Rei sobre toda a terra. Nesse dia Adonay será UM e seu nome UM’ (Zacarias 14:9). Que venha em breve!
    לִישׁוּעָתְךָ קִוִּיתִי יְהוָה
    קִוִּיתִי יְהוָה לִישׁוּעָתְךָ
    יְהוָה לִישׁוּעָתְךָ קִוִּיתִי
    Le’ishuatechá kiviti Adonay
    kiviti Adonay le’ishuatechá
    Adonay le’ishuatechá kiviti
    ‘Por sua salvação, espero, Ó S-nhor;
    Espero, Ó S-nhor, por sua salvação.
    O S-nhor, por sua salvação espero. ’
    (Genesis 49:18)

    ןחֶסֶד יֵשׁוּעַ הַמָּשִׁיחַ אֲדֹנֵינוּ עִם־כֻּלְכֶם אָמֵ

Visualizando 1 post (de 1 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.