"Um profeta semelhante a mim… כמני יקים לך"

Home Fóruns Fórum Yeshua Chai Soando o Shofar "Um profeta semelhante a mim… כמני יקים לך"

Este tópico contém 0 resposta, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por  sofer 4 anos, 10 meses atrás.

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #26636

    sofer
    Participante

    “Um profeta semelhante a mim… כמני יקים לך” (Deuteronômio 18:15)

    Em nossa Torá para esta semana (ou seja, Parashá Nasso), lemos: “E quando Moisés entrava na tenda da reunião (אהֶל מוֹעֵד) para falar com Hashem, ele ouvia a voz que lhe falava de cima do propiciatório (ou seja, kaporet: כַּפּרֶת) que estava sobre a arca do testemunho entre os dois querubins; e falava com ele” (Números 7:89).

    Ora, Moshe rabeinu (Moisés) era realmente uma pessoa extraordinária e especial; primeiro um grande profeta (נביא גדול), sacerdote e rei (legislador) de Israel. Ele executava estes três ofícios.
    Moisés foi extraordinário no sentido de que ele transcendeu todo o sistema de “religião” que mais tarde foi estabelecido como judaísmo.

    Em primeiro lugar, como o grande legislador, Moisés estava ao redor da lei, servindo como sua voz da autoridade. Em segundo lugar, como o sumo sacerdote (הכהן הגדול) de Israel, um mediador, Moisés instituiu vários ritos de sacrifício antes das instruções de sacrifício fosse oficializadas.

    Por exemplo, ele instituiu o sacrifício da Pessach (Páscoa) no Egito (Êxodo 12:1-11), e quando o povo mais tarde chegou ao Sinai, ele ofereceu sacrifícios de sangue para ratificar os termos da aliança (Êxodo 24:8). Além disso, ele subiu a montanha e recebeu a visão real do Tabernáculo e seus pormenores antes mesmo do sacerdócio levítico tivesse sido instituído em Israel (Êxodo 5:8-9).
    Note que; mesmo depois que as leis e mandamentos aos sacerdotes fossem promulgados e do Tabernáculo fosse erguido, Moisés era autorizado a ir diante do Santo dos Santos para ouvir a voz de Adonay, embora tecnicamente falando isso fosse e é proibido, desde que Moisés não era um Sacerdote (הכהן) segundo a ordem Aarônica (ie: descendente de Aarão). Moises atuava como um mediador entre D-us e os filhos de Israel.

    “Um profeta semelhante a mim…” (Deut. 18:15). É importante perceber que Moisés (משה) previu a vinda do Messias (המשיח) como Grande Profeta, Sacerdote e Rei (Legislador) de Israel (Deuteronômio 18:15-19; João 5:36). De fato, assim como o próprio Moisés estava “sobre” as instruções ou, mandamentos lei, servindo como Sacerdote, rei e ate mesmo como representatividade Divina de Israel, mas, no entanto, era encomendado pelo próprio D-us, assim também com Yeshua (Baruch Shemô), que instituiu o sacrifício de Seu sangue como o Cordeiro de D-us e que foi diretamente diante do trono de D-us como sacerdote para interceder em nosso favor, o qual D-us o estabeleceu Rei sobre todos os reis.

    Há uma diferença entre Yeshua e Moisés: Moisés conduziu o povo para a terra prometida, mas ele não foi autorizado a entrar. Mashiach Yeshua, por outro lado, é o mediador perfeito, Ele nós guiará para o Olam Habá (mundo vindouro). Quando vemos Yeshua lá, certamente Moshe rabeinu (Moises) vai estar lá também, porque ele era o único que sabia e previu sua vinda e confiava Nele.

Visualizando 1 post (de 1 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.