Kefitzat HaDerekh – קפיצת הדרך

2014 Por  via Ladder Of Jacob

“O que foi, isso é o que há de ser; e o que se fez, isso se fará;
de modo que nada há de novo debaixo do sol.”
Eclesiastes 1:9

whole

Nota do autor: Este deve ser o artigo mais estranho que eu já escrevi. Oro para que os leitores não fiquem contra mim. Considere isto simplesmente um divertida exploração dos milagres bíblicos a luz dos entendimentos modernos da física. Nenhuma doutrina deve ser derivada deste artigo.

Hoje a linha entre ciência e ficção cientifica esta se tornando mais turva. Um importante marco na mitologia da ficção científica é o conceito da velocidade de dobra e teletransporte. De Guerra nas Estrelas a Jornada nas Estrelas, a idéia serve como um mito moderno e fascinante da capacidade de se viajar grandes distâncias “num piscar de olhos”. No campo da ciência, físicos teóricos têm explorado seriamente as possibilidades de distorcer o espaço, buracos de minhoca, ou seja, a ponte Einstein-Rosen, um túnel no continuum espaço-tempo que podem criar um “atalho” através de grandes distâncias. O que é fascinante é as idéias de distorção do espaço-tempo diferente do que se pensa, ainda que meio relacionado ao conceito de teletransporte, não se originou com a ficção científica e nem da ciência moderna.

No Evangelho de João nós vemos um possível caso deste “atalho” de espaço-tempo:

“Tendo remado uns vinte e cinco ou trinta estádios, viram a Jesus andando sobre o mar e aproximando-se da barca, e ficaram com medo. Mas ele lhes disse: Sou eu, não temais. Eles, então, o receberam de boa vontade na barca, e imediatamente a barca chegou à terra para onde iam.”
João 6:21

NT: A tradução desta passagem e boa parte das edições da língua portuguesa irá utilizar a palavra “logo” para ευθεως, entretanto a palavra pode ser traduzida como “imediatamente”, da forma como é apresentada em outras traduções, como a KJV, por exemplo.

Até para os que aceitam a veracidade dos milagres, é difícil entender como isto poderia ter acontecido logicamente. A maioria dos milagres, enquanto sobrenaturais, podem ser entendidos como que acontecendo no espaço-tempo normal. Quando os milagres alteram, ou pelo menos parecem alterar, as leis da física, este milagre é difícil de visualizar e compreender pois implicaria em mudar o próprio espaço-tempo. Parece então que embora o barco estivesse no meio lago e tão logo Yeshua entrou no barco ele espontaneamente chegou à praia. Isto poderia ter acontecido de duas formas. Esta passagem pode ser interpretada de uma forma que o barco simplesmente aumentou sua velocidade, ou, ao contrário, a distancia entre a praia e o barco foi reduzida. Entretanto, é possível que João não estivesse descrevendo nenhum milagre e simplesmente dizendo o que aconteceu em seguida. O Livro de João é o único evangelho que descreve este curioso detalhe. Assume-se que o barco estava no meio do lago, mas poderia estar mais próximo da praia do que tradicionalmente se imaginado. Talvez o vendo e as ondas tenham empurrado o barco para mais próximo da praia, enquanto os talmidim estavam fixos em Yeshua, quando Ele e Kefa (Petro) entraram no barco, ele chegou de forma imediata ao outro lado. Alguns comentaristas interpretam este caso como sendo de um milagre, e não de acordo com as interpretações naturalisticas. O Comentário de Jamison Faucet Brown explica este milagre em termos de aumento da velocidade.

“…Impelido pelo poder secreto do Senhor da Natureza agora navegando nele – deslizava pelas águas agora calmamente e enquanto eles estavam envolvidos com espanto do que tinha acontecido, não percebendo o seu movimento rápido, chegaram ao porto, para a sua ainda suas surpresas.”
Comentário de Jamison Faucet Brown em João 6:21

Se o texto de João descreve um milagre aqui, certamente é um caso de kefitzat ha-derekh. Dr. Ilil Arbel explica o conceito,

Traduzido literalmente, kefitzat ha-derekh significa “pular a estrada”. É normalmente interpretado como “encurtar o caminho”. O fenômeno consiste na chegada rápida de uma pessoa ou pessoas para um destino distante, realizada por meios sobrenaturais. Os viajantes devem quebrar as leis na natureza para se ajustarem ao conceito e a distância não poderia ser coberta tão rapidamente como montando um simples cavalo, burro ou jumento… Kefitzat ha-derekh pode acontecer espontaneamente, como um milagre para o benefício de uma pessoa boa e justa que esteja em apuros”
Ilil Arbel, Ph.D., Kefitzat Ha-DerekhEncyclopedia Mythica

O Talmude nomeia três indivíduos para os quais o “encurtamento de caminho” ocorreu,

“Nossos Rabinos ensinaram: Três fizeram a terra encolher: Eliezer, o servo de Abraão, nosso pai Jacó, e a Abisai, filho de Zeruia.”
Sanhedrin 95a, Soncino Press Edition

Números Rabbah descreve um caso similar, que HaShem fez a terra encolher para que a extensão da missão dos espias não demorasse mais de quarenta dias, assim encurtou o decreto da punição contra Israel pela calúnia dos espias,

“E ELES VOLTARAM DE ESPIAR A TERRA NO FIM DE QUARENTA DIAS (XIII, 25). Mas você não acha que eles caminharam [somente] desde o sul para o norte em quarenta dias? Será que eles, então andaram tudo isso em quarenta dias? [Certamente não;], mas era claro para o Santo, Bendito seja Ele, que eles viriam e caluniariam sobre a terra, e que anos de sofrimento seriam decretados contra essa geração, um ano para cada dia de espionagem, e de modo que o Santo, Bendito seja Ele, encolheu a estrada para eles “.
Numbers Rabbah 16:15, Soncino Press Edition

Estórias sobre kefitzat haderekh são ditas a cerca de vários  baalei shem, mestres do nome. Estes milagres rabínicos combinariam várias permutações de nomes santos, para realizarem o milagre, como descrito por Gedalayah Nigal,

“Presume-se que por meio dos “nomes sagrados,” conhecimento que era essencial na atividade de um baal shem, era possível encurtar o tempo de transporte de uma viagem e chegar a um destino distante num período relativamente curto de tempo. Kefitzat ha derekh também poderia ocorrer no mar ou no ar. Na maioria dos casos, kefitzat ha derekh, era necessário a fim de chegar a tempo antes do início do shabat, antes do início de um feriado, em tempo para uma cerimônia da circuncisão ou de casamento.”
Gedalayah Nigal, Magic, Mysticism, and Hasidism: Introduction

Rabino Ezra Bick, no Virtual Beit Midrash, descreve kefitzat haderekh como uma “milagrosa torção do espaço”. Ainda que esta terminologia é certamente emprestada da ciência moderna e da ficção científica, se mantém fascinante que físicos teóricos modernos estão descrevendo idéias extremamente similares ao antigo kefitzat ha-derekh.

“Buracos de minhoca intra-universo conectam um local do universo com outro local do mesmo universo. Um buraco de minhoca será capaz de conectar locais distantes no universo ao dobrar o espaço-tempo, permitindo a viagem entre eles que seria mais rápido que se fosse usar a luz para uma jornada através do espaço normal”
Wikipedia, “Wormhole“ / Wikipedia, “Buraco de minhoca

Richard F. Holman, Professor of Physics at Carnegie Mellon University, describes the theory,

“Buracos de minhoca são soluções para o campo das equações de gravidade de Einstein que agem como “túneis”, conectando pontos no espaço-tempo em tal forma que a viagem entre os pontos do buraco de minhoca levariam menos tempo que uma viagem através do espaço normal.”
ScientificAmerican.com, Ask The Experts

Vamos dar mais uma olhada no Talmude,

E isso é escrito ainda: E [Jacó] iluminou o lugar. Quando chegou a Haran, ele disse [para si], Devo ter passado pelo lugar onde meus pais oraram e não tive orado também? Ele imediatamente resolveu voltar, mas não breve ele tinha pensado nisso e a terra se contraiu e ele imediatamente iluminou o lugar. Após orar, ele desejou voltar [para onde ele estava], mas o Santo, Bendito seja Ele disse: Este homem justo veio à minha morada, deve ele partir sem uma noite de descanso? Então, veio pôr do sol. ”
Chullin 91b, Soncino Press Edition

Note que o Talmude não descreve que Jacó aumentou sua velocidade, mas que o espaço que separava-o de seu destino havia sido encolhido. O físico Michio Kaku comenta o conceito de encolher o espaço-tempo,

“Se a Enterprise[de Star Trek] viaja de terra até a estrela mais próxima, ela não se move fisicamente para Alpha Centauri – em vez disso, Alpha Centauri vem para a Enterprise. Imagine-se sentado sobre um tapete e laçar uma mesa vários metros de distância. Se somos fortes o suficiente e o piso é liso o suficiente, nós podemos puxar o laço até que o tapete comece a se dobrar debaixo de nós. Se puxarmos com força suficiente, a mesa vem a nós, e a “distância” entre a mesa e nos desaparece em uma massa de carpetes amassados. Então nós simplesmente “saltamos” em todo este “tapete dobrado”. Em outras palavras, nós quase não se movemos; o espaço entre nós e mesa se contrai, e nós apenas atravessamos esta distância comprimida.”
Michio Kaku, Hyperspace, pg 227

600px-star_trek_warp_field

É notável que a ciência, a ficção científica e os antigos relatos judaicas pareçam concordar em um ponto: o próprio espaço encolhe, permitindo que se possa alcançar uma distância mais rapidamente do que seria possível.

Viajando de volta no tempo a partir das idéias da física moderna para o antigo livro de Atos, encontramos um episódio em que Felipe, o evangelista, experimenta um ‘teletransporte’ sobrenatural, que é diferente do  kefitzat haderekh, mas ainda assim de alguma forma relacionado,

“…e desceram ambos à água, tanto Filipe como o eunuco, e o batizou. E, quando saíram da água, o Espírito do Senhor arrebatou a Filipe, e o eunuco não o viu mais; e, jubiloso, continuou o seu caminho. E Filipe se achou em Azoto [Ashdod] e, indo passando, anunciava o evangelho em todas as cidades, até que chegou a Cesaréia.”
Atos 8:38-40

O texto indica que isto aconteceu perto de Gaza. As águas nas quais o Eunuco Etíope foi imerso em possivelmente “num ribeiro no Vale de Elah (no qual David cruzou para se encontrar com Golias, 1 Sa 17:40” ou “o Wadi el-Hasi logo ao norte de Gaza”. É possível que o Ruach HaKodesh (Espírito Santo) tenha transportado Felipe em velocidade sobrenatural para Ashdod, que esta cerca e 30km de Gaza, sem dobrar o tempo, porém não há dúvida que ele chegou ao seu destino mais rápido do que seria humanamente possível.

Então, é possível que Yeshua, os talmidim (discípulos) e Felipe tenham experimentado o milagre kefitzat haderekh? Os antigos conceitos de kefitzat haderekh fazem paralelo aos buracos de minhoca, ou a dobra do espaço-tempo? Apenas o espaço-tempo dirá.


Referências

  1. Ladder of Jacob, https://ladderofjacob.com
  2. “Kefitzat ha-Derekh.” Encyclopedia Mythica da Encyclopedia Mythica Online. <http://www.pantheon.org/articles/k/kefitzat_ha-derekh.html&gt; [Accessed June 26, 2005].
  3. Rav Ezra Bick, Parashat Vayishlach, http://www.vbm-torah.org/parsha.61/08vayish.htm
  4. NIV Study Bible, Zondervan. Note on Acts 8:36, pg. 169

Sê o primeiro

Deixe uma resposta